6 motivos para ir além do diploma universitário

O diploma universitário costumava ser um diferencial, antigamente. Porém, hoje em dia não é mais assim. Para ter sucesso em sua carreira profissional, é preciso ir além. 

Isso acontece porque a faculdade atualmente é um requisito básico do mercado. Portanto, é necessário ir atrás de títulos que realmente agreguem valor à sua experiência profissional.

Além disso, é essencial estar em constante reciclagem para se manter “empregável” diante do mercado de trabalho. É por isso que vamos apresentar neste post 6 motivos para você ir além da universidade e buscar novos diplomas. Quer ver quais são eles? Acompanhe!

1. A faculdade deixou de ser um diferencial

Está enganado quem acredita que fazer uma faculdade é grande coisa hoje em dia. O mercado está cada vez mais exigente e a crise pela qual o Brasil passa aumentou o nível de desemprego. Por isso, conseguir uma vaga demanda mais requisitos.

De acordo com dados do IBGE, divulgados pelo G1, o Brasil fechou o trimestre encerrado em maio de 2017 com 13,8 milhões de desempregados. O resultado? Muita gente formada está trabalhando em outras áreas.

Isso também é decorrente do fato de que há mais pessoas se formando do que vagas abertas nos respectivos setores. Um exemplo é o curso de Administração, que, em 2014, contava com 30% dos concluintes, segundo dados divulgados pela BBC.

Apesar desse número, 4,9% deles trabalhavam efetivamente como administradores. Outros 9,4% atuavam como auxiliares e assistentes, funções que não exigem diploma. O restante não trabalhava ou atuava em área diferente. Portanto, é preciso se especializar.

2. É importante ter títulos que realmente agregam à sua experiência profissional

A formação em instituições de ensino pouco conhecidas e a falta de experiência podem fazer com que você se misture à grande quantidade de profissionais em busca por uma colocação no mercado de trabalho.

Esses são os principais obstáculos enfrentados nos processos seletivos. A situação pode ser resolvida com uma pós-graduação, seja um MBA, seja uma especialização.

Como são cursos voltados para a prática e o mercado de trabalho, você tem a chance de estabelecer um networking e conhecer assuntos mais direcionados ao dia a dia, o que aumenta sua possibilidade de conseguir uma vaga.

3. Você tem chance de conseguir um salário melhor

A reciclagem é uma boa maneira de tentar alcançar um salário mais atrativo. Com a alta competitividade do mundo corporativo, os profissionais estão sempre buscando um posto melhor.

Essa questão é demonstrada pelo fato de que profissionais de nível superior tendem a ganhar até 3 vezes mais do que pessoas que têm apenas o Ensino Médio. A média do trabalhador com formação em 2013 chegou a R$ 4.726,21, ao passo que a do sem graduação ficou em R$ 1.525,36.

O ideal é ter um perfil de solucionador de problemas e trabalhar em alta performance, porque essa é uma maneira de se destacar. Assim, se você quer assumir um cargo de gerência, por exemplo, precisa fazer uma pós-graduação.

Mas se o seu objetivo é melhorar aspectos práticos a fim de passar para outro setor, um curso técnico pode ser a opção mais adequada e rápida para atingir o seu intuito. Ou seja, tudo depende do que você precisa nesse momento.

4. Você pode buscar novas habilidades

Os cursos universitários tendem a ser mais abrangentes e deixam de apresentar muitas informações importantes e que podem ser utilizadas no mercado de trabalho. Nos processos seletivos, no entanto, os recrutadores buscam um candidato com competência.

O que isso significa? Ele deve reunir conhecimento, atitudes e habilidades para conseguir realizar suas funções adequadamente. É aí que entra a necessidade de ir além do diploma. 

Você pode optar por uma especialização, um MBA e um curso de educação continuada ou até preferir projetos paralelos e empreitadas de empreendedorismo. O que vale mesmo é estar constantemente se desafiando, encontrando novas capacidades e aprimorando suas competências.

5. É possível comprovar seus conhecimentos por meio de uma instituição mais renomada

O “peso” da instituição em que você concluiu o curso superior pode fazer toda a diferença em um currículo, trazendo mais oportunidades em comparação aos alunos de faculdades menos conhecidas.

Essa preferência é justificada. As universidades renomadas são famosas justamente porque costumam preparar melhor os seus estudantes para o mercado de trabalho. Isso não significa que você é incompetente. No entanto, é importante complementar o estudo em uma faculdade reconhecida.

Essa é uma forma de comprovar os seus conhecimentos e mostrar que está apto a ocupar aquela função pretendida. É claro que, assim, você também se destaca de outros candidatos e tem uma chance maior de conseguir a vaga tão sonhada.

6. Você é capaz de se adequar às exigências do mercado

As empresas desejam ter profissionais qualificados, que saibam usar as tecnologias disponíveis, conheçam a teoria e saibam aplicá-la. O problema é que as exigências mudam com o passar do tempo.

Nesse cenário, você pode estar em um dos 3 contextos:

  • atrasado em relação às demandas do mercado;
  • na média do setor em que atua;
  • antecipado.

O objetivo é estar sempre atento às novas demandas e buscando conhecimentos. No entanto, em qualquer um dos 3 estágios, é necessário se aperfeiçoar constantemente.

A reciclagem e o aprimoramento profissional o ajudam a se nivelar com as competências solicitadas pelas empresas. Além disso, é uma forma de prever tendências do mercado e se antecipar na questão de aprendizado.

Já quem está na vanguarda deve continuar estudando para permanecer à frente e usufruir dos benefícios que possui atualmente.

Assim, esses 6 motivos evidenciam que é imprescindível continuar estudando e se reciclar. Você tem opções mais formais (como as especializações e MBAs) e outras informais (por exemplo, cursos técnicos e de educação continuada).

O importante é complementar os seus conhecimentos em uma instituição renomada e buscar se destacar sempre. É assim que o diploma universitário será ultrapassado e você alcançará mais sucesso em sua carreira.

Se você quer melhorar ainda mais seu lado profissional, aproveite e leia agora o e-book “Inovação empresarial: guia para gestores que precisam inovar mas não sabem como“.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"