Entenda como o RH estratégico reduz gastos e auxilia nos objetivos empresariais

Eficiência é uma das principais palavras de ordem em qualquer organização. Com a concorrência cada vez maior, é fundamental fazer cada recurso investido gerar o maior retorno possível. Por isso, todos os setores têm mudado sua postura mais operacional, adotando um posicionamento ativo. Isso inclui as tarefas do RH estratégico.

Um setor de Recursos Humanos que atua de forma estratégica é aquele que está em sintonia com os demais departamentos da empresa. Os seus membros entendem as necessidades da companhia como um todo e sabem que atitudes tomar para reduzir custos e melhorar os negócios de forma geral.

Esse tipo de atuação exige algum esforço e conhecimento, mas pode trazer excelentes resultados. Continue acompanhando nossas dicas no post e veja como!

Que ações de RH estratégico reduzem os custos da empresa?

1. Automação de processos mecânicos

Toda organização empresarial possui uma série de processos que envolvem ações repetitivas, como a atualização de planilhas, cadastros, triagem de currículos e afins. Todas essas tarefas são necessárias para a manutenção da empresa e para melhorar o serviço para o cliente, mas elas também exigem muito tempo para serem executadas.

A solução mais simples para administrar melhor o tempo gasto com essas atividades é adotar um sistema automatizado, em que uma máquina realiza as tarefas mecânicas enquanto os colaboradores se dedicam a ações voltadas para o RH estratégico.

O retorno obtido pela mudança de foco dos funcionários é potencialmente maior do que o investimento para obter e manter o software necessário.

2. Otimização do fluxo de trabalho

Um dos fatores que mais podem atrasar o progresso de qualquer empresa é a burocracia interna. Após alguma expansão, é provável que o fluxo de trabalho original se torne obsoleto, mas seja mantido apenas por costume. Isso custa à empresa mais recursos do que o necessário.

Revisar regularmente o funcionamento do seu setor e avaliar o que precisa ser mudado é uma das principais tarefas do RH estratégico. Além de gerir a entrada e saída de funcionários, tal área é responsável por melhorar a organização interna, facilitando o progresso da empresa como um todo.

3. Recrutamento e seleção mais eficientes

Contratar um novo funcionário é um dos processos mais caros para a empresa. É necessário estudar os currículos, fazer entrevistas, triagens e, após a contratação, fazer o treinamento e acompanhamento da curva de aprendizado junto ao setor em que ele for alocado.

Além disso, se o contratado não atender às expectativas, será preciso desligá-lo e reiniciar o processo. E quanto mais tempo é gasto nesse ciclo, menos a empresa produzirá.

Por isso, um setor de RH estratégico deve focar sempre em melhorar seus processos de seleção, o que reduzirá a possibilidade de falha no recrutamento, melhorando as chances de encontrar talentos. Dessa forma, a empresa ganhará nas duas frentes.

4. Integração das informações

O setor de RH não é um ponto isolado da empresa. Ele precisa coletar e fornecer informações para os outros departamentos a fim de garantir que todos tenham dados com os quais trabalhar. Afinal, a integração de informações é praticamente obrigatória para o desenvolvimento orgânico de um negócio.

Aqui também podem ser utilizados softwares de gestão e afins. Basta que todos os gestores, ou mesmo todos os funcionários, possam acessar facilmente as informações de que necessitam por meio da máquina.

Como proceder para implantar o RH estratégico?

1. Criar e acompanhar metas para o setor

A melhor forma de acelerar o progresso de uma companhia é focar. Se o seu objetivo é simplesmente progredir, mas não possui um parâmetro claro sobre como se daria esse progresso, dificilmente o crescimento será palpável e relevante. Suas ações serão apenas prolongamentos da sua rotina.

Para evitar cair nesse tipo de armadilha, crie metas bem específicas e tangíveis para o seu trabalho de RH estratégico. Use objetivos quantificáveis, pois eles são mais fáceis de acompanhar. Veja alguns exemplos:

  • aumentar o tempo médio de permanência dos funcionários;
  • melhorar a satisfação geral dos colaboradores;
  • alcançar X% de funcionários educados para a organização de seus espaços.

2. Capacitar a equipe para o serviço

Como em muitos outros setores, os funcionários de RH precisam de conhecimento específico para realizar suas tarefas com qualidade. Isso envolve estudos sobre a área, saber utilizar as ferramentas específicas da empresa e entender os protocolos que são utilizados por cada equipe. Certamente, ninguém aprenderá isso de forma instantânea por conta própria.

Um trabalho de RH estratégico envolve aqui o treinamento e capacitação de todos os colaboradores envolvidos. Com técnicas de ensino bem aplicadas, é possível deixar a equipe preparada para realizar suas tarefas com o mínimo de horas de estudo, o que trará um grande diferencial competitivo para a organização. E lembre-se de sempre avaliar se é necessário fornecer um novo treinamento.

3. Investir em comunicação interna

A troca de informações entre os diferentes setores e entre cada colaborador, como já mencionamos, é fundamental para que as diferentes partes da empresa atuem com sinergia. Se essa comunicação for lenta, burocrática e/ou mal trabalhada, vários pequenos erros vão se acumular ao longo do caminho.

O trabalho de RH estratégico aqui é ensinar aos funcionários como enxergar além de seus setores específicos. Frequentemente, a falta de troca de conhecimento entre diferentes partes da empresa ocorre porque não há um incentivo por parte dos gestores. Implantar essa comunicação na cultura empresarial é fundamental.

4. Evitar ficar em uma zona de conforto por muito tempo

Um dos principais obstáculos para o progresso de várias empresas é o medo de deixar sua zona de conforto. Se a situação atual é favorável à manutenção dos seus negócios, por que adotar uma postura mais arriscada? O RH estratégico é benéfico para a companhia, mas ele exige que o gestor de Recursos Humanos saiba correr riscos calculados, o que não é uma das qualidades mais comuns na maioria das pessoas.

Porém, ao aprender como controlar os riscos e compará-los aos resultados, é possível determinar se o retorno dos investimentos vale a pena. O simples medo de sair da sua zona de conforto pode levar à perda de múltiplas oportunidades. E esse temor apenas fica maior com o tempo, tornando seu negócio estagnado. Começar a experimentar é o primeiro passo para vencer essa barreira.

Agora que você já entende os benefícios da atuação do RH estratégico, é hora de começar as mudanças dentro da sua empresa. Quer ver mais dicas para melhorar seus negócios? Então leia nosso artigo sobre como se tornar um líder empresarial.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"