Gestão de Projetos: 7 motivos para se formar nessa área

A área de Gestão de Projetos é bastante promissora, pois, como é capaz de gerar os resultados esperados no planejamento estratégico das empresas, é cada vez mais valorizada no mundo corporativo. A versatilidade de atuação que essa área proporciona ao gerente de projetos é significativa. Ao dominar as competências necessárias para a correta execução das atividades de um projeto, esse profissional fica apto a atuar em diferentes tipos de organização e, consequentemente, ele aumenta a própria empregabilidade.

Acompanhe, a seguir, 7 motivos para você se formar em Gestão de Projetos e aproveitar as oportunidades dessa área de atuação:

Profissional altamente requisitado pelo mercado

A profissão de gerente de projetos é relativamente recente no mundo. A partir da década de 1990, ela começou a ganhar destaque nos países mais desenvolvidos economicamente. No Brasil, a Gestão de Projetos é ainda mais recente: só por volta dos anos 2000 foi que essa área passou a ser vista com mais atenção pelas organizações no país.

Nos últimos anos, porém, a demanda por gerentes de projetos aumentou de forma significativa no Brasil. Os eventos da Copa do Mundo, em 2014, e das Olimpíadas, em 2016, foram somente alguns dos acontecimentos que necessitaram de um grande número de profissionais envolvidos com a Gestão de Projetos.

Como essa área otimiza a atuação das empresas, já que os projetos são feitos para terem começo, meio e fim, as organizações têm percebido que ter equipes focadas em projetos — e não mais só em departamentos — gera mais competitividade para os negócios. Dessa forma, cresce a procura por gerentes de projetos altamente capacitados e capazes de entregar resultados nos prazos combinados.

Capacitação para alocação eficiente de recursos

No dia a dia da profissão, o gerente de projetos passa por constantes desafios para alocar de maneira eficiente os recursos disponíveis, sejam materiais, humanos, tecnológicos, financeiros etc. Para que as entregas possam ser realizadas de forma adequada, dentro do escopo, com a qualidade esperada e no prazo estabelecido, o gerente de projetos deve ser capaz de fazer uma alocação otimizada dos recursos.

Os conhecimentos aprendidos por esse profissional permitem a criação de uma grande bagagem intelectual ou know-how, que o capacita a se tornar um solucionador de problemas para as empresas. Como forma de recompensa, um gerente de projetos com alta grau de eficácia tende a ser bem remunerado pelo mercado de trabalho.

Desenvolvimento de múltiplas competências

O gerente de projetos acompanha as iniciativas de ponta a ponta. Ele coordena, por exemplo, as seguintes etapas de um projeto:

  • a iniciação;
  • o planejamento;
  • a execução;
  • o monitoramento e o controle;
  • e o encerramento.

Dentro da Gestão de Projetos, vista de forma abrangente, esse profissional ainda gerencia estas 10 áreas:

  • a integração;
  • o escopo;
  • os custos;
  • a qualidade;
  • as aquisições;
  • os recursos humanos;
  • a comunicação;
  • o risco;
  • o tempo;
  • e os stakeholders (partes interessadas).

Para ter êxito em tudo o que envolve um projeto, o gerente precisa de uma formação ampla, para que ele tenha desenvoltura e eficácia na coordenação dos trabalhos. Ao desenvolver várias competências (conjuntos de conhecimentos, habilidades e atitudes), o gerente de projetos adquire características de um “profissional completo”, capaz de reunir as condições necessárias para ascender na carreira dentro de uma organização.

Aperfeiçoamento contínuo com a Gestão de Projetos

Cada projeto é único. Por mais que algumas técnicas e ferramentas possam ser utilizadas em várias iniciativas, há elementos particulares em cada projeto. Portanto, o gerente e a equipe precisam estudar as singularidades dos trabalhos, na fase de iniciação. Dessa maneira, quem se dedica à Gestão de Projetos vive em contínuo aprendizado, para poder entregar os resultados de acordo com os requisitos dos clientes.

No final do projeto, o gerente ainda é responsável por colher as chamadas lições aprendidas, que mais tarde podem ser incorporadas a processos rotineiros e a novos projetos.

Treinamento de liderança

O exercício da liderança é inerente à Gestão de Projetos. Para que os resultados sejam esperados de acordo com os requisitos dos clientes, o gerente de projetos deve ser capaz de influenciar a equipe e de coordenar esforços para que as atividades sejam feitas com o grau de excelência adequado às necessidades dos contratantes.

Além de motivar os liderados, o gerente deve ser capaz de solucionar conflitos, dar feedback, alocar as pessoas certas em funções estratégicas para o êxito do projeto, repassar informações para os subordinados etc. Nesse sentido, a Gestão de Projetos é um ótimo exercício de liderança para o profissional que se dedica a esse campo de conhecimento.

Estratégias de gerenciamento de risco

O gerente de projetos por vezes pode ser comparado a um estrategista, que analisa a viabilidade de partir de um ponto A (estágio atual) para chegar a um ponto B (estágio esperado). Para tanto, esse profissional utiliza ferramentas de avaliação de cenário — como a matriz SWOT, pela qual identifica os pontos fortes e os fracos do ambiente interno da organização, e as oportunidades e as ameaças do contexto externo.

Para se tornar um gerente de projetos eficaz, esse profissional precisa aprender bastante sobre gerenciamento de risco. Dessa maneira, ele pode conter eventuais fatores que possam impedir a concretização dos objetivos propostos para o projeto. Ao adquirir a capacidade de gerenciar riscos com efetividade, o gerente adquire um excelente diferencial competitivo para a própria carreira.

Diversidade de temáticas trabalhadas

Praticamente em todas as áreas e empresas é possível se realizar projetos. Da criação de um produto ao lançamento de um evento, diversas são as possibilidades de atuação de um gerente de projetos. Como as técnicas e ferramentas aprendidas por esse profissional podem ser usadas em diferentes atividades, o campo de trabalho do gerente é bastante amplo.

Dessa forma, quem pretende se formar na área de Gestão de Projetos tem grandes chances de ser contratado no mercado de trabalho, devido à demanda das empresas por profissionais capazes de alocar pessoas e recursos para a conquista dos objetivos do negócio.

Você se interessou pela Gestão de Projetos e quer construir a sua carreira nessa área? Então, entre em contato com a IBS Business School e saiba como você pode obter essa formação.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"