Reciclagem profissional: entenda a importância para sua carreira

A reciclagem profissional é um fator de extrema importância nos dias de hoje quando alguém quer sustentar uma condição de empregabilidade, ou seja, a capacidade de ser “empregável” no mercado de trabalho.

Se você pensar bem, vivemos uma fase ímpar da história da humanidade. Nos últimos 25 anos ocorreram mudanças na sociedade e no contexto econômico que transformaram status centenários.

Diante do avanço tecnológico, da globalização e do acelerado ritmo de inovações no cenário atual, o profissional do século XXI deve ter uma postura aberta à renovação e à atualização de conhecimentos para se manter em sintonia com o que as empresas demandam.

Veja, a seguir, por que a reciclagem profissional é tão importante para o futuro da sua carreira:

Requisito para a empregabilidade

O mercado de trabalho possui um rol de requisitos básicos aos quais o profissional deve atender para poder conquistar determinada vaga de emprego. Pontualidade, honestidade e comprometimento com a empresa são algumas das exigências comuns a praticamente todas as organizações.

Mais recentemente, as áreas de gestão de pessoas dos negócios têm estabelecido como exigência para os candidatos a um emprego a demonstração de algumas competências. Vale lembrar que o conceito de competência abrange um conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes (CHA).

Como você deve imaginar, os requisitos das empresas mudam no decorrer do tempo. Critérios de seleção antigos são revistos, à luz do cenário atual, e novas exigências são incorporadas aos processos seletivos das organizações.

Mesmo quem pretende abrir o próprio negócio deve ter em mente a necessidade de reciclagem profissional caso queira se manter no mercado no longo prazo. Nesse caso, por ser dono da empresa, o indivíduo fica muito mais sensível às mudanças ocorridas no segmento em que atua.

Com tantas variáveis envolvidas na escolha de um candidato a uma vaga de emprego e no êxito de um empreendedor, sem dúvida, a atualização de competências é indispensável para um sucesso duradouro.

Conquista de diferenciais competitivos

No cenário atual, marcado por mudanças contínuas, o profissional pode estar em pelo menos 3 estágios diferentes:

  • atrasado em relação ao que o mercado de trabalho demanda;
  • participando da média do setor em que atua;
  • na vanguarda quanto à implementação de novos conhecimentos.

Nesses 3 estágios, a reciclagem profissional pode ter grande utilidade. Quem não acompanhou as transformações do mercado e está atrasado, pode se nivelar com quem domina as competências básicas pedidas pelas empresas.

Quem está numa posição cômoda ou na média, quer dizer, atende aos requisitos atuais das organizações, pode se reciclar para se preparar para eventuais mudanças na profissão e, com isso, diminuir os riscos de ficar de fora do mercado de trabalho no futuro.

Até mesmo o profissional que está na vanguarda de conhecimentos deve buscar qualificação para implementar inovações em larga escala e poder usufruir dos benefícios de ter chegado na frente em determinada tecnologia. Se voltarmos na história, poderemos ver que nem sempre o criador de certo produto foi quem de fato conseguiu explorá-lo comercialmente.

Seja qual for a sua situação no mercado de trabalho, saiba que a reciclagem profissional é capaz de proporcionar a você excelentes diferenciais competitivos. Da mesma forma que você opta por determinada marca, pelas qualidades únicas que ela oferece, as organizações também escolherão você pelas características singulares que você apresentar.

Reciclagem profissional para melhorar salário

Não podemos negar que haja competição no mundo corporativo. Na prática, há uma “corrida” pelos melhores cargos e mais altos salários. Profissionais de alta performance, que são solucionadores de problemas e que demonstram resultados com rapidez, são disputados e valorizados pelo mercado de trabalho.

Se você conhece alguém bem-sucedido, com salário e posição superiores ao seus, deve saber que, para essa pessoa ter conquistado tal patamar, ela conseguiu reunir condições favoráveis que você ainda não dominou.

Por exemplo: uma pós-graduação é requisito básico para um profissional assumir um cargo de gerência. Mesmo que você tenha conhecimentos práticos, o estudo teórico e técnico é exigido pela empresa como critério para uma promoção. Dessa forma, a reciclagem profissional não pode ser negligenciada por quem quer ascender na carreira.

Critério para cargos de chefia

As empresas, como não poderia ser diferente, escolhem os profissionais mais capacitados para atuarem no nível estratégico, aquele responsável por definir os rumos da organização no longo prazo.

Você talvez já tenha ouvido falar em histórias de executivos que passaram anos em cargos de direção, os quais perderam as altas posições devido à falta de reciclagem profissional. Na recente crise econômica, muitas empresas fizeram cortes nos quadros de pessoal e dispensaram indivíduos que não estavam alinhados às atuais necessidades de mercado.

Diante da complexidade dos problemas e das demandas que surgem nas empresas, nos dias de hoje, os profissionais que ocupam cargos de chefia devem estar preparados para enfrentar esses desafios, em alguns casos, possivelmente nunca antes vistos por eles. Só com reciclagem profissional o líder de grupos poderá ser capaz de influenciar e de conduzir pessoas rumo à conquista dos objetivos organizacionais da atualidade.

Acompanhamento das tendências do mercado

Mudar faz parte da história de cada pessoa e das empresas em geral. No ambiente corporativo, as transformações podem ocorrer de modo proativo, quando a empresa implementa uma inovação por conta própria, ou de forma reativa, quando precisa responder a estímulos externos, como uma mudança de comportamento do consumidor.

Seja qual for a situação, a reciclagem profissional permite que a pessoa acompanhe os movimentos do mercado e possa contribuir de maneira efetiva com os resultados organizacionais. Para liderar ou para participar de mudanças na empresa, a renovação de competências é essencial ao colaborador.

Vale lembrar que o profissional deve se atualizar tanto em nível técnico quanto comportamental, porque hoje em dia as organizações fazem uma análise abrangente do perfil do profissional. Logo, quem só domina conhecimentos ligados ao “como fazer” atividades, mas não utiliza ferramentas de comunicação para se relacionar com as pessoas, pode estar suscetível a uma demissão por não atender a todas as necessidades da empresa.

Quer receber mais conteúdo para aprimorar o desenvolvimento da sua carreira? Então, siga-nos nas redes sociais e não perca as novidades: estamos no Facebook, no LinkedIn, no Twitter e no YouTube!

1 Comentários

  1. Perfeito. Mercado de trabalho mudou muito com passar dos anos. Exemplo disso é o crescimento do mercado de vendas direta no Brasil. Mercado esse pouco conhecido pelo brasileiro, porém já o estilo de vida de muitas pessoas, ou seja, saiu daquela rotina de sempre ter que vender horas no mercado tradicional. Portanto, é um mercado que conheço a tão pouco tempo e já estou tendo resultados que o mercado tradicional jamais me proporcionaria. Mercado de Vendas Diretas é ter QUALIDADE DE VIDA COM INDEPENDÊNCIA FINANCEIRA.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"